Colheita da Uva Promete Aquecer o Enoturismo em Santa Catarina

É sob a sombra dos parreirais que os frutos já estão sendo colhidos em alguns locais inseridos dentro do território Vales da Uva Goethe, no Sul de Santa Catarina, com aproximadamente 50 hectares. A ação segue nas próximas semanas na região detentora da única Indicação de Procedência do setor vinícola do Estado. A época também é dedicada à acolhida de turistas que procuram vivenciar experiências diferentes e apreciar os típicos vinhos brancos, frisantes e espumantes elaborados com a rara variedade de uva, reconhecida inclusive pelo movimento internacional Slow Food.

Em 2018, centenas de turistas de diversos estados do Brasil visitaram a região. Agência de receptivo e vinícolas apontaram crescimento entre 30 e 70% em comparação a edição anterior, movimento que também foi registrado em estabelecimentos gastronômicos e rede hoteleira.

Neste ano, o período será comemorado com a realização da 11ª edição da Vindima Goethe, a tradicional celebração da colheita da uva, que ocorrerá entre os dias 18 e 20 de janeiro, no município de Urussanga. O enoturismo é evidenciado com atividades como a colheita nos parreirais e piquenique, esmagamento das uvas com os pés, visitação e degustação nas vinícolas, além de uma imersão na praça central com venda de artesanatos e produtos coloniais, exposições e manifestações artísticas.

O famoso tombo da polenta gigante feita pelo grupo Amici della Polenta acontecerá na noite do dia 18, na praça central, com distribuição gratuita. No mesmo local, o município de Pedras Grandes, berço da imigração italiana, fará apresentações culturais na noite de sábado, dia 19.

Uva Goethe

 

A história é rica e centenária. Foi na região sul de Santa Catarina, entre o mar e a serra, que a variedade de uva Goethe encontrou seu terroir há 120 anos, forte ligação com a imigração italiana. Solo, clima, altitude e relevo fazem este território ser conhecido como Vales da Uva Goethe, a primeira e única Indicação de Procedência do setor vinícola do Estado. Aspectos peculiares chamam a atenção se comparados a outras regiões vitivinícolas do mundo.


Os solos são predominantemente arenosos, com subsolo rico em minerais e também argila. O clima é subtropical úmido com estações bem definidas. Uma perfeita combinação de fatores naturais que, segundo a sommelierè de São Paulo, Sonia Denicol, mais conhecida como Madame do Vinho, resulta em vinhos Goethe, frisantes e espumantes leves, muito frescos e aromáticos, aparecendo naturalmente notas de frutas brasileiras bem peculiares como, por exemplo, cupuaçu e guaraná. Além dos aromas brasileiros, é possível sentir toques salino e mineral que, combinados ao frutado e cítrico da uva Goethe, dão uma tipicidade toda brasileira aos vinhos. Os produtos apresentam jovialidade, novos conceitos e agradáveis surpresas.


O território Vales da Uva Goethe compreende os municípios de Urussanga, Pedras Grandes, Cocal do Sul, Morro da Fumaça, Treze de Maio, Orleans, Nova Veneza e Içara. A Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (ProGoethe) reúne a cadeia produtiva com o objetivo de elevar a imagem deste produto distinto e raro a fim de preservar, por meio do cultivo desta tradição feito por pequenos produtores, a identidade e cultura de descendentes de italianos no sul de Santa Catarina através da vinificação e harmonização com a gastronomia típica local.

Cultura, Aventura e Harmonizações entre as Novidades

A edição da Vindima Goethe em 2019 contará com novidades na programação. Na rua ao lado da Igreja Matriz, uma mostra conduzida pela Associazione Trevisani de Urussanga contará a história e essência de uma vinícola centenária. A retomada de vôos de balão sob os parreirais será um serviço oferecido. Enquanto isso, na praça central, produtos cosméticos derivados da uva e do vinho serão lançados. Conversas em dialeto no coreto, oficinas de cerâmica e desenho com artistas plásticos, e bate-papo com especialistas serão outras ações.

Nos restaurantes, os turistas irão encontrar pratos elaborados especialmente para este período, além de degustações orientadas e harmonizadas de vinhos Goethe conduzidas pela sommelierè de São Paulo, Sonia Denicol. Nas vinícolas, destaque para o “Circuito das Artes” com exposições, oficinas e biodanza. Para mais informações, acesse o site https://www.sympla.com.br/11-vindima-goethe-celebracao-da-colheita-da-uva__403868 ou ligue para a Central de Informações Turísticas no (48) 3465 6238.

A 11ª Vindima Goethe 2019 é uma realização da Prefeitura de Urussanga por meio do Departamento de Cultura e Turismo em parceria com a Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (ProGoethe), Prefeitura de Pedras Grandes, agência de turismo DS Travel, Epagri, Câmara de Vereadores de Urussanga e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Urussanga.

PROGRAMAÇÃO 11ª VINDIMA GOETHE 2019 – URUSSANGA/SC

Dia 18    

Igreja Matriz 

18h30min – Missa “abençoando as mãos que colhem” em referência ao Padroeiro dos Vitivinicultores, São Vicente

Praça Anita Garibaldi 

19h15min - Abertura oficial da Vindima Goethe 2019 

19h30min - Homenagens e entrega do troféu "Amigo do Vinho Goethe"

20 horas - Tradicional pisa das uvas feita por rainhas e princesas de festas dos municípios da IP Vales da Uva Goethe

20h30min - Tombo da polenta gigante feita pelo grupo "Amici della Polenta", de Urussanga

21 horas - Show com a Orquestra Municipal de Urussanga

 

Dia 19   

Praça Anita Garibaldi  - 8 às 16 horas 

- Feira de Produtos Coloniais 

- Lançamento de cosméticos a base de uva e vinho (Farmácia de manipulação Perfoliata)

- Venda de peças artísticas

- Oficina de cerâmica com a artista plástica e ceramista Simone Milak

- Oficina de desenho com o artista plástico Breno Stern


Espaço "La Fontana" (próximo ao chafariz) - Bate-papo com especialistas

10 horas - Pele é beneficiada por componentes presentes na uva e no vinho (médico dermatologista Dr. Adroaldo Apolinário)

16 horas - Como agem os cosméticos a base de uva e vinho (farmacêutica magistral Gabriela Sartor Concer Benetton)


Praça Anita Garibaldi  - 19 às 23 horas

Atrações culturais e gastronomia em parceria com a Prefeitura de Pedras Grandes 

 

Dia 20   

Praça Anita Garibaldi  - 10 às 18 horas 

Voo de balão com a agência DS Travel (consultar horários)

15 horas - Cantos e interação com entidades culturais de Urussanga

 

Espaço "La Fontana" (próximo ao chafariz) - Bate-papo com especialistas

10 horas - Dialeto: identidade cultural local através da língua (Karla Ribeiro da ISUL Idiomas e Movimento Ostrega)

16 horas -  Goethe: vinho com história e tipicidade brasileira (sommelierè Sonia Denicol - Madame do Vinho)

 

ATIVIDADES PARALELAS:

16/01 (quarta-feira) – 19h30min – Oficina “Passarinhada: construção de apitos em argila” com a artista plástica e ceramista Simone Milak, na vinícola De Noni com degustação de vinhos e produtos da colônia

17/01 (quinta-feira) - 19h30min – Biodanza na Vínicola Trevisol com o facilitador didata Constantino Rodrigues de Freitas e exposição do fotógrafo Augusto Trevisol com degustação de vinhos e produtos da colônia

19/01 (sábado) – 17h30min – Sunset na Vinícola Casa Del Nonno e retratos com o artista plástico Breno Stern

20/01 (domingo) – 10 horas – Oficina de mosaico artístico na Vigna Mazon com as mosaicistas Manas Bonetti e lançamento da 2ª edição do curso “Imersão musiva nos Vales da Uva Goethe”


DURANTE TODO O EVENTO:

- Mostra “História centenária da vinícola Cadorin” (rua ao lado da Igreja Matriz – Associação Trevisani de Urussanga);

- Visitação nas vinícolas e degustação de vinhos;

- Colheita nos parreirais;

- Pratos especiais nos restaurantes;

- Piquenique;

- Venda de artesanatos e produtos coloniais;

- Exposições e manifestações artísticas;

- “Circuito das Artes” nas vinícolas.

04-01-2019