ASI Melhor Sommelier do Mundo 2019

Marc Almert

Alemanha

Nina Jensen

Dinamarca

Raimonds Tomsons Letónia

O concurso de Melhor Sommelier do Mundo de 2019 foi realizado na Bélgica pela ASI (Associação Internacional do Sommelier). Foi a 16ª edição com 66 participantes de 63 países. Marc Almert da Alemanha foi o grande vencedor, Nina Jensen da Dinamarca ficou em segundo lugar e Raimonds Tomsons da Letónia em terceiro.

Realizado apenas uma vez a cada três anos e organizado pela Association de la Sommellerie Internationale (ASI), o concurso é um conjunto extremamente exigente de eventos que exigem conhecimento, habilidades e um profundo conhecimento da profissão de sommelier por parte dos candidatos.

 

O vinho está no centro da competição, mas os requisitos vão muito além disso, com noções de comida, coquetéis, destilados, chá e café.

As Três Etapas da Competição

Nos dois primeiros dias, todos os 66 candidatos realizaram um conjunto de exames e degustações que colocaram suas habilidades à prova. Depois dessa primeira parte, 19 candidatos foram selecionados para as semifinais, que envolveu outra série de outros testes ainda mais difíceis, um questionário sobre enologia, viticultura e vinificação, emparelhamento de alimentos, técnicas de serviço, degustação cega de vinhos com comentário em segunda língua, identificar bebidas, servir vinho, combinar comida com vinho ou outras bebidas e um cenário de negócios que exige que os sommelier's apliquem suas habilidades técnicas e comerciais. Apenas três candidatos depois desta fase foram selecionados para a grande final, que foi realizada na sexta-feira, 15 de março, no Elisabeth Center, no coração da Antuérpia. O vencedor foi o alemão Marc Almert.

Durante a semana, os candidatos também participaram em mais de 10 master classes, para oferecer a todos os candidatos mais oportunidades de aprendizado, incluindo desde variedades antigas, degustações vintage e aulas técnicas sobre vinicultura e vinicultura.

Fatos e Estatísticas

Estiveram presentes, um total de 235 pessoas de várias delegações. Ao longo da semana, 5.900 garrafas de vinhos foram abertas e colocadas em cerca de 14.000 copos. Cerca de 600 pessoas participaram no jantar de gala de sexta-feira à noite, na rodada final da competição ao menos a participação de 1.100 pessoas.

Competições ASI

A Melhor Competição Sommelier do Mundo existe desde 1969. A competição facilita o intercâmbio entre inúmeros profissionais de hotéis e restaurantes, estimula a competição saudável entre participantes, motiva-os a aperfeiçoar suas habilidades e ajuda a ampliar o conhecimento da profissão de sommelier no público em geral. A competição acontece a cada três anos em um dos países membros da ASI que foi autorizado a sediar o evento pela ASI.

Cada delegação participante da competição representa um país membro da ASI ou um país observador. Cada delegação oficial inclui um candidato, um jornalista e o presidente da Associação Nacional. Mais de 1.000 participantes participaram dos últimos eventos. Para entrar na competição, os candidatos devem trabalhar em restaurantes, bares de vinho, com comerciantes de vinho ou no negócio de enogastronomia.

O sommelier Diego Arrebola participou representando o Brasil. Diego está envolvido no mundo do vinho desde 2004 e passou por vários níveis de treinamento desde então. Em 2014, recebeu sua designação de sommelier certificado pela ASI. Diego trabalhou sete anos em restaurante, e, em 2011, iniciou seu próprio negócio como profissional independente. É consultor de restaurantes, importadores, produtores, organizações promocionais, organiza eventos de vinhos e cursos de treinamento. Diego dirige cursos da WSET para a Eno Cultura, que foi nomeada Educadora do Ano de 2017 para a WSET. Hoje, ele é coproprietário de um escritório de consultoria da EntreCopos.

Fonte: Associação Internacional do Sommelier

Fotos: Associação Internacional do Sommelier e Jean-Marc Brasseur 17-03-2019